quarta-feira, 22 de Abril de 2009

A alimentação do Guppy



A maioria das pessoas perguntam como alimentamos os nossos Guppies (Lebistes) para justificar a beleza, compreendendo o tamanho, cores, brilho e movimento.
A resposta é muito simples, sem nenhum segredo, que o resultado de um belo Guppy está numa alimentação bem balanceada associada a outros factores obrigatoriamente, tais como, a influência da luz solar, a troca de vinte por cento de água semanalmente, filtragem e aeração da água (para limpar e fazer movimento na água) e o pH entre 6.8 e 7.2 como limites máximos.

O Guppy sendo um peixe eminentemente artificial, como tal, tem que ser encarado nos seus mínimos detalhes para se chegar a algum resultado. Ainda mais quando não dispomos da facilidade de larvas de mosquito, dáfnias, etc., que representam a melhor alimentação para os Guppies.


Como solução alternativa, alimentamos nossos peixes da seguinte maneira:
Filhotes: a eles ministramos gema de ovo cozida em pequena quantidade para não turvar a água, duas vezes por semana; microverme por duas vezes, Patê de Gordon à base de fígado de galinha (excelente para crescimento) todos os dias, como também uma pequena pitada de farinha de peixe puríssima.

Após o 30.º dia, já consideramos na fase adulta, passando a se alimentar de:
Adultos: como o tamanho da boca é muito maior, já podemos dar artemia salina congelada três vezes por semana, enquitréia duas vezes, Patê de Gordon à base de fígado e coração de boi todos os dias, pequena porção de gema de ovo cozido misturado com germe de trigo, Coração de boi crú e peneirado (apenas o creme) adicionado um ovo crú (clara e gema).

Apesar de não termos muito tempo, por causa de nossas actividades profissionais, o ideal mesmo seria alimentar com náuplios de artemias vivas (ovos eclodidos). E nesse caso, poder-se-ia dar até umas 10 vezes por dia. O resultado seria espantoso, atingindo um tamanho tão grande que as pessoas menos acostumadas poderiam confundir com andrógenos...

A grande regra de alimentar qualquer peixe é dos “três minutos”, isto é, a alimentação dada tem que ser consumida em três minutos, podendo ser repetida ou não. Com o tempo nós vamos adquirindo uma sensibilidade para a quantidade de peixes de cada aquário, caixa d'agua ou recipiente qualquer.

Como o excesso pode ocorrer, temos o hábito de utilizar coridoras e caramujos para se alimentarem e evitarem fermentações desnecessárias na água.

Considerando que a digestão do Guppy dura 2 horas, podemos alimentá-lo a cada 2 horas perfeitamente e uma vez por semana fazemos um jejum completo.

Como tudo na vida, os trinta primeiros dias definem o futuro peixe. Logo, a alimentação inicial é fator importantíssimo na vida do Guppy.

4 comentários:

  1. achei muito bom pois o que eu precisa eu encontrei e voltarei sempre nesse sit para achar o que procuro sobre peixes do meu aquarioi
    Fidel xau

    ResponderEliminar
  2. Neste preciso momento estou sem hipotese de me deslocar a uma loja para comprar comida para os bebes...sera que possa dar a comida normal que dou aos adultos? fiz isso, esmaguei-a toda e deixei-a em po e dei...so que nao sei se eles comem.
    Agradecia resposta.
    Obrigado.
    Nuno Ribeiro
    nunoextremo@hotmail.com

    ResponderEliminar
  3. Muito interesante.Eu neste momento estou a criar larvas de mosquito(Um recipiente de água ao sol),espero ter uma comunidade bastante saudável, vou esprimentar algumas das sugestões apresentadas.
    Bem hajas.

    ResponderEliminar
  4. Olá, estou estreando um Top Rankink de Sites de Aquariofilia e gostaria muito de ter seu blog cadastrado:

    Existem inúmeras vantagens em se listar seu site em Top Lists:
    Geram-se links de retorno para seu site que lhe dão uma maior credibilidade junto ao google;
    Você ganha bem mais acessos, pois todos os que frequentam este site são fãs de aquariofilia, este é o público que irá ser encaminhado á sua página;
    Você pode saber como se posiciona seu site em relação aos outros de seu próprio nicho e desta forma criar estratégias para melhorar o marketing e SEO de sua página na internet;
    Os sites mais acessados ficam melhor posicionados na lista, desta forma, o seu trabalho é reconhecido dentro de seu nicho de atuação, além de passar a credibilidade de sua página para seus clientes.

    Temos muitas categorias que certamente se adequam perfeitamente ao seu site, você deve escolher apenas aquela que melhor se enquadra ao seu segmento.
    Nossas categorias são:
    Blogs de Aquarismo;
    Clubes e instituições de Aquarismo;
    Diretórios de Sites / Topsites de aquarismo;
    Fórum de Aquarismo;
    Lojas Online de Aquarismo;
    Revistas e Publicações de Aquarismo;
    Sites de Aquários Plantados;
    Sites de Aquarismo;
    Sites de Criadores de peixes;
    Webcans / Livecans de Aquarismo;

    Você só pode cadastrar um site por login mas você pode abrir mais de um login para colocar outros sites seus.

    O site é http://www.forumamordepeixe.com.br/topaquarismo/

    Juntos, promovendo a aquariofilia.

    ResponderEliminar